Frank Lloyd Wright: 10 projetos do mestre da arquitetura norte-americana

Postado em 11 de junho de 2021 por

Ao longo de 70 anos de carreira, o arquiteto se tornou um dos mestres mais produtivos, heterodoxos e controversos do século 20


Frank Lloyd Wright é conhecido por desenvolver uma arquitetura verdadeiramente americana (Foto: Frank Lloyd Wright Foundation / Divulgação)

Ao longo de sua carreira de 70 anos, Frank Lloyd Wright se tornou um dos mestres mais produtivos, heterodoxos e controversos da arquitetura do século 20. As casas, escritórios, igrejas, escolas, arranha-céus, hotéis e museus de Wright são o produto de suas convicções que mudaram a paisagem estadounidense.

1. Monona Terrace Community and Convention Center (1938)


Monona Terrace Community and Convention Center. Madison / Wisconsin – Projeto: 1938-1959 / Construção: 1938-1997 (Foto: Frank Lloyd Wright Foundation / Divulgação)

Localizado em Madison, Wisconsin, o projeto de Wright tinha como intenção ser um centro cívico modelo. Sua construção começou em 1938 como um complexo com escritórios, tribunais, uma prisão e uma estação ferroviária e ganhou mais estruturas nas três décadas seguintes. Wright tinha o desejo de instaurar esta grande construção pública em sua cidade natal e realizou o trabalho praticamente de graça. Foi recompensado com apenas US$ 250 em troca de cerca de 63.000 horas do tempo de sua equipe em um período de 21 anos. O arquiteto não viveu para ver o projeto concluído. O Centro de Convenções e Comunidade Monona Terrace foi inaugurado em 1997, quase 60 anos após o projeto original.

2. Solomon R. Guggenheim Museum (1959)


Solomon R. Guggenheim Museum. Nova York / Nova York (1959) (Foto: Frank Lloyd Wright Foundation / Divulgação)

Inaugurado seis meses após a morte de Frank Lloyd Wright, em 1959, o museu Guggenheim foi ovacionado pela crítica, a qual afirmava que o edifício ofuscaria a arte que havia nele. Marcado pelo estilo cilíndrico e circular do arquiteto, o centro cultural se destaca no skyline do Upper East Side em Nova York.

3. Johnson Wax Headquarters (1939)


S.C. Johnson Administrative Complex. Racine / Wisconsin (1936 -1943) (Foto: Frank Lloyd Wright Foundation / Divulgação)

O SC Johnson Administration Building é um complexo corporativo fora do comum. Quem trabalha no local é recebido por um exterior cheio de curvas e com tijolos aparentes, lembrando muito mais um campus de universidade do que um prédio de escritórios. Frank Lloyd foi contratado para projetar o espaço por H.F. Johnson Jr., o herdeiro da empresa familiar, e foi anunciado como o “escritório do futuro” após a inauguração.

4. Price Company Tower


Price Company Tower. Bartlesville / Oklahoma (1956) (Foto: Frank Lloyd Wright Foundation / Divulgação)

Wright descreveu este arranha-céu como “a árvore que escapou da floresta lotada”. Composta por 19 andares de paredes anguladas, a torre inaugurada em 1956 e revestida de cobre, destaca-se no skyline da cidade. Atualmente, os visitantes podem se hospedar em um hotel que ocupa a metade superior do prédio.

5. Kalita Humphreys Theater


Kalita Humphreys Theater. Dallas / Texas (1959) (Foto: Frank Lloyd Wright Foundation / Divulgação)

Um de seus últimos edifícios e um dos poucos teatros remanescentes do arquiteto, este projeto traz o auditório em uma estrutura cilíndrica, que se estende acima do edifício principal. Exemplificando a filosofia orgânica de Wright, o prédio possui uma série de paredes curvas com um palco sobre uma plataforma giratória, que permite várias cenas e cenários montados ao mesmo tempo.

6. Annunciation Greek Orthodox Church


Annunciation Greek Orthodox Church. Wauwatosa/ Wisconsin (1956) (Foto: Frank Lloyd Wright Foundation / Divulgação)

O projeto é definido por símbolos da fé ortodoxa grega, mas não se aproxima da arquitetura tradicional da igreja bizantina. Quatro pilares de concreto sustentam o telhado abobadado, enquanto desenham uma cruz no piso principal. A grande cúpula não é fixa, mas flutua sobre milhares de rolamentos contidos em um trilho de aço. Uma das últimas ideias de Wright, a igreja não foi inaugurada até dois anos após sua morte.

7. Grady Gammage Memorial Auditorium


Grady Gammage Memorial Auditorium. Tempe/Arizona (1962-1964) (Foto: Frank Lloyd Wright Foundation / Divulgação)

Este auditório com 3.017 lugares alcançou os menores custos de construção já registrados para um teatro do tipo. Cinquenta colunas de concreto sustentam o telhado externo, emoldurando o saguão com paredes de vidro. A planta é composta por dois círculos, sendo o maior deles os calçadões, vestíbulos e sala de audiências, e o outro abrigando palco, camarins, oficinas, salas de aula e escritórios.

8. Primeira Igreja Cristã


First Christian Church. Phoenix/ Arizona – Projeto: 1950 / Construção: 1972 (Foto: Frank Lloyd Wright Foundation / Divulgação)

Em 1949, o presidente do Southwest Christian Seminary de Phoenix contratou Wright para projetar o campus do seminário. No entanto, a escola cristã, que usaria o espaço, parou de funcionar antes que pudesse ser construído. No início da década de 1970, a Primeira Igreja Cristã abordou a viúva de Wright, Olgivanna, que lhes concedeu permissão para usar o design triangular da capela.

Com o objetivo de evocar a Santíssima Trindade, o telhado e a torre da capela se elevam a 27 m, sustentados por 23 pilares triangulares. A adição do batistério e do mezanino do coro, bem como a adição de uma ala administrativa em 1979, concluída pelo Taliesin Architects, são as únicas modificações no projeto original.

09. Florida Southern College


Florida Southern College. Lakeland/Florida (1938-1958) (Foto: Frank Lloyd Wright Foundation / Divulgação)

Considerado um dos mais belos campus da América, a Florida Southern College é o maior conjunto de arquitetura de Wright em um único local do mundo. O arquiteto procurou criar um “campus verdadeiramente americano” e projetou uma rede de edifícios de 80 acres e passarelas cobertas que irradiam da Capela Annie Pfeiffer – o ponto focal da universidade metodista.

Fonte: www.revistacasaejardim.globo.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *